RG elogia Cicinho

fonte:http://www.gazetaesportiva.net/nota/2010/02/11/621945.html

“Inacreditável”, Cicinho ganha a confiança do técnico

Luiz Ricardo Fini – São Paulo (SP)

O lateral direito Cicinho conquistou a confiança do técnico Ricardo Gomes em poucas horas. Emprestado pela Roma, Cicinho deixou a Itália e só chegou na manhã desta quarta-feira ao Brasil, se apresentando no CT da Barra Funda, quando passou por um teste para comprovar a condição de atuar diante do Monterrey.

“O Cicinho foi inacreditável, e acho que a história dele aqui ajudou, pois estava bem ligado. Treinou pela manhã (de quarta) e concordamos que não poderia jogar mais do que 20 minutos”, explicou o comandante.

Diante de cerca de 35 mil pessoas no Morumbi, o atleta entrou no decorrer do segundo tempo e foi exaltado pelos tricolores. Para o treinador, a sintonia com as arquibancadas foi essencial para a reestreia do lateral direito.

“O rapaz chegou hoje (quarta) e como explica já ter jogado? Estávamos o acompanhando há muito tempo e foi um risco calculado. Só foi possível por ser ele”, afirmou.

Já o goleiro Rogério Ceni, que conhece Cicinho desde a primeira passagem do lateral pelo Morumbi, torce para que o atleta consiga se readaptar com rapidez ao futebol brasileiro.

“Torço para que seja o mesmo de 2005, que mostrava muita força e apoiava bem. Tomara que ele consiga se adequar o mais rápido possível nas partes física e tática. É o reforço que muitos pediram”, analisou

Anúncios

Vitória… finalmente!

Fonte: http://espnbrasil.terra.com.br/saopaulo/noticia/102506_NA+REESTREIA+DE+CICINHO+SAO+PAULO+ESTREIA+COM+VITORIA+SOBRE+MONTERREY

Na reestreia de Cicinho, São Paulo estreia com vitória sobre Monterrey

por ESPN.com.br

Em sua estreia pelo grupo 2 da Taça Libertadores da América, o São Paulo não teve trabalho para bater o Monterrey-MEX por 2 a 0, nesta quarta-feira, no Morumbi. O time mexicano entrou em campo com reservas, pois no próximo final de semana faz clássico contra o Tigres pelo torneio nacional, o que ajudou o clube tricolor na partida.

Washington marcou os dois gols do São Paulo, um em cada tempo. O jogo também teve a reestreia com a camisa tricolor do lateral direito Cicinho, que chegou de viagem de Roma hoje mesmo e já foi relacionado para o duelo pelo técnico Ricardo Gomes.

Na próxima rodada, em 25 deste mês, a equipe paulista viaja até a Colômbia para enfrentar o Once Caldas, que ontem venceu o Nacional no Paraguai também por 2 a 0.

O jogo

Mesmo sem apresentar um futebol bonito, o São Paulo começou melhor a partida e concentrou as jogadas na linha de frente, mas sem conseguir mostrar eficiência nas primeiras tentativas. Depois de desperdiçar alguns cruzamentos, o Tricolor resolveu trabalhar a bola e abriu o placar. Aos 13 minutos, Marcelinho Paraíba recebeu na entrada da área e rolou na esquerda para a passagem de Jorge Wagner, que fez a assistência para Washington disputar com Cervantes e empurrar para as redes.

No lance seguinte ao do gol, Hernanes fez fila na área e caiu em disputa com o marcador, mas o árbitro mandou o jogo seguir. Pouco depois, o São Paulo desperdiçou chance incrível. O goleiro Ortiz errou na saída de bola e deu de presente para Washington, que, livre, tentou tocar por cobertura, deixando nas mãos do arqueiro. Com a vantagem no placar, o Tricolor diminuiu o ritmo e permitiu que o Monterrey arriscasse jogadas na frente.

Depois de cobrança de escanteio, Carreño subiu mais que a zaga para cabecear perto do travessão. E o time mexicano seguiu posicionado no ataque, mas exibiu um problema na pontaria. Medina limpou a marcação na área e chutou para fora. Depois, foi a vez de Perez cruzar em cima da marcação.

Pressionado atrás (mesmo diante da pouca qualidade do adversário), o time de Ricardo Gomes respondeu em contragolpe puxado por Hernanes, que arriscou a batida. A bola espirrou e sobrou para Washington emendar de primeira, exigindo defesa do arqueiro.

Como os mexicanos seguiram buscando mais o ataque, o time local continuou respondendo apenas nos contragolpes. Em um vacilo da defesa, Hernanes deu um sufoco e finalizou com perigo para fora, enquanto o goleiro Ortiz tentava sair da meta para defender.

Porém, o esquema tático do Tricolor exibiu uma clara falta de criatividade no meio-campo, setor em que apenas Hernanes buscava oportunidades. O alívio para o São Paulo foi ter encontrado um adversário repleto de reservas e desentrosado. Assim, a única alternativa dos donos da casa foi a resposta rápida. Marcelinho Paraíba avançou pela esquerda, invadiu a área e chutou na defesa, na última jogada ofensiva do primeiro tempo.

O time brasileiro também encontrou dificuldades no segundo tempo e só acordou com uma boa oportunidade de bola parada, aos 11 minutos. Rogério Ceni cobrou falta com precisão e viu o goleiro Ortiz se esticar para salvar os mexicanos. O lance deu novo ânimo ao time. Hernanes fez jogada individual pela direita e cruzou para Washington tentar de letra, mas a bola parou na zaga.

O Monterrey, então, passou por duas alterações. Arellano e o brasileiro Val Baiano deixaram a equipe para a entrada de Martinez e Santana. Mais esforçado do time tricolor, Hernanes carregou a bola pela intermediária e chutou perto da trave. Pouco depois, em bola rebatida na marca do pênalti, Cléber Santana desperdiçou ótima chance ao mandar por cima do travessão.

Depois de poucos instantes de bom futebol, o Tricolor sofreu uma recaída, e a torcida pediu a entrada de Cicinho, que começou no banco de reservas. Antes mesmo de o lateral colocar o pé na bola, o São Paulo ampliou a vantagem. Aos 30, após cobrança de escanteio, Jorge Wagner desviou de cabeça para Washington emendar para as redes.

O gol deu a tranquilidade que o Tricolor precisava para trocar passes e aguardar o término da partida, sem ser ameaçado pela equipe mexicana.

“Eu tô voltando pra casa…”

Cicinho: ‘Voltar para o São Paulo é como voltar para casa’

Lateral já está na capital paulista, mas ainda não sabe se terá condições de reestrear pelo Tricolor na noite desta quarta-feira, contra o Monterrey (MEX)

Paula Ab São Paulo

Paula Pereira Ab/GLOBOESPORTE.COM Paula Pereira Ab/GLOBOESPORTE.COM

Cicinho desembarcou em São Paulo e seguiu direto para o CT do Tricolor

Após 12 horas de voo, Cicinho desembarcou em São Paulo na manhã desta quarta-feira. O lateral-direito, contratado por empréstimo junto ao Roma, da Itália, não escondeu a alegria de voltar a defender as cores do Tricolor paulista. Há, inclusive, a possibilidade de o jogador, relacionado pelo técnico Ricardo Gomes, reestrear pelo São Paulo no jogo desta noite, contra o Monterrey, do México, no Morumbi, pela Taça Libertadores.

– Estou muito feliz de voltar ao São Paulo. Quando meu empresário disse que eu estava liberado, fiquei feliz demais. O São Paulo é a minha casa, voltar para o São Paulo é voltar para casa – afirmou o jogador.

Cicinho ainda não sabe se terá condições de entrar em campo nesta noite, na estreia do São Paulo na Libertadores, mas, certamente, estará no Morumbi para prestigiar os novos companheiros:

– Estou cansado do voo de 12 horas, quero conversar com o Ricardo Gomes. Ainda vou para o CT. Mas acho que não vou jogar, não sei.

Paula Pereira Ab/GLOBOESPORTE.COM Paula Pereira Ab/GLOBOESPORTE.COM

Antes de Cicinho, Pelé também chegou ao Brasil no Aeroporto de Guarulhos

Bem-humorado, o novo reforço tricolor disse ainda já gravou uma nova música para sua caixa-postal. Em sua primeira passagem pelo clube do Morumbi, ele ficou famoso pela gravação de sua secretária eletrônica, em que cantarolava as frases: “Você ligou, você ligou para o Cicinho…”. Desta vez, diz ele, o tema será inspirado na música “Chora, me liga”, da dupla sertaneja João Bosco e Vinicius.

– Já gravei outra música para colocar na caixa-posta. Mas é surpresa – avisou.

Curiosamente, enquanto aguardavam a chegada de Cicinho, os jornalistas foram brindados com o desembarque de Pelé. Sorridente, o Rei chegava de Frankfurt, na Alemanha.

Cicinho concederá entrevista coletiva na tarde desta quarta-feira, no CT da Barra Funda.

Pode estrear

Fonte: http://www.gazetaesportiva.net/nota/2010/02/09/621741.html

Cicinho é relacionado e pode estrear contra Monterrey

Luiz Ricardo Fini – São Paulo (SP)

O técnico Ricardo Gomes realizou um treino fechado na tarde desta terça-feira, mas evitou o mistério e deixou claro que deve repetir a base das rodadas passadas. Porém, pouco depois da entrevista do comandante, o São Paulo surpreendeu com a notícia de que o lateral direito Cicinho será relacionado para a partida contra o Monterrey, pela estreia da Copa Libertadores da América.

Assim que chegar ao Brasil, na manhã de quarta, o atleta seguirá direto para o CT da Barra Funda, onde ficará concentrado com o restante do elenco, presente no local desde segunda.

Cicinho será inscrito e, se tiver toda a documentação regularizada, poderá ficar à disposição do técnico Ricardo Gomes. Em entrevista à GE.Net, no início da tarde desta terça, o jogador afirmou que está 100%. A possibilidade maior é de que o atleta fique no banco de reservas e entre durante a partida, com Jean ainda como titular.

Depois do treino secreto desta terça, Gomes reconheceu que deve escalar um time sem surpresas. “Não dá nem para falar que a escalação só sai amanhã (quarta)”, brincou o treinador, reconhecendo que Cléber Santana deve ser o substituto do lesionado Dagoberto. Com isso, Marcelinho Paraíba será adiantado para o ataque.

Cicinho quase tricolor

fonte: http://espnbrasil.terra.com.br/futebol/noticia/102095_JORNAL+CRAVA+CICINHO+NO+SAO+PAULO+ATE+DIA+20+DE+AGOSTO+E+POR+R+200+MIL+AO+MES

Jornal crava Cicinho no São Paulo até dia 20 de agosto e por R$ 200 mil ao mês

por ESPN.com.br

Só falta o anúncio oficial para o lateral direito Cicinho ser jogador do São Paulo. Pelo menos é o que garante o jornal “O Estado de S. Paulo” em sua edição desta terça-feira, que confirma até tempo de contrato e valores acertados.

Segundo a publicação, o jogador ficará no Morumbi até o dia 20 de agosto – a final da Libertadores acontece no dia 18 – e recebrá R$ 250 mil por mês. O clube paulista arcará com R$ 200 mil, e o italiano com os outros R$ 50 mil.

Cicinho já é do São Paulo, garante o jornal

Cicinho já é do São Paulo, garante o jornal ‘O Estado de S. Paulo’
Crédito da imagem: Reuters

Desta forma, Cicinho abrirá mão de receber R$ 520 mil mensais, já que na Itália recebia o equivalente a R$ 770 mil. O desfecho oficial do negócio tem tudo para ocorrer ainda nesta terça-feira, já que o São Paulo precisa entregar no máximo na quarta a lista de inscritos para a Libertadores.

O prazo dado pela Conmebol (Condeferação Sul-Americana de Futebol), na verdade, expirou na segunda, mas o clube paulista consultou a entidade e achou vantajoso esperar pelo encerramento das negociaçãoes com o lateral para só depois entregar sua relação. Pelo atraso, terá de pagar uma multa.

Retorno dos Campeões

Eu ouvi no Rádio hoje que faltam poucos detalhes para o regresso de Alex Silva ao Tricolor e, segundo havia ouvido a um tempo, a Roma parece que quer facilitar as coisas para o Cicinho voltar…

Espero que dê certo, mas quando o Cicinho jogou pelo São Paulo, o esquema adotado era mesmo o 3-5-2 e agora, Ricardo Gomes está testando o 4-4-2. Tudo bem, Cicinho jogará de lateral, mas deixar Renato Silva, André Dias ou Miranda no banco pra entrar o Alex Silva?

Fonte: http://www.gazetaesportiva.net/nota/2010/01/22/618985.html

São Paulo ainda sonha com Cicinho e Alex Silva

Luiz Ricardo Fini – São Paulo (SP)

A contratação do volante Rodrigo Souto não deve fechar o ciclo de mudanças no elenco do São Paulo. O zagueiro Alex Silva, do Hamburgo, faz parte dos planos do clube. E ninguém no Tricolor esconde que ainda há o sonho de repatriar Cicinho, que tenta ser liberado pela Roma para voltar ao Morumbi. O técnico Ricardo Gomes, porém, admite a dificuldade de chegar ao acordo com o lateral direito.

“O Cicinho vai deixar o Milton Cruz de cabelos brancos. Não é segredo para ninguém (o interesse), mas não está fácil”, afirmou o técnico, citando seu auxiliar, que geralmente entra em contato com possíveis reforços.

A esperança de contratar Cicinho é tão grande que o São Paulo deixou vaga a camisa de número dois. Se retornar ao clube, o atleta assumirá o uniforme.

Já Alex Silva precisa da liberação do Hamburgo, que também recebeu proposta do Flamengo. A assessoria do atleta informou que a decisão entre as duas ofertas caberá mesmo ao clube alemão, sem interferência do zagueiro.

Enquanto a diretoria busca reforços, Ricardo Gomes deixou claro que o volante Zé Luis está se despedindo do clube. O jogador recebe poucas oportunidades com o treinador e, por isso, foi liberado para procurar outra equipe.

“Conversei com o Zé durante a semana. Ele está querendo maior tempo de jogo e acha que aqui não teria mais do que no ano passado. Isso é compreensível e ele tem um comportamento exemplar. Está decidindo a vida dele. Se decidir ficar aqui, as portas estão abertas, mas é evidente que tem concorrência grande”, comentou.

Já o meia Marlos, apesar de reserva, não será negociado pelo Tricolor. O Flamengo manifestou o interesse de trocar o meia são-paulino pelo lateral direito Everton Silva, mas Ricardo Gomes vetou o negócio.

“O Marlos é um excelente jogador e vai ter um tempo maior de jogo que no ano anterior. É um jovem talentoso e não tem motivo para entrarmos nessa negociação. O interesse do Flamengo é justificado, mas não o nosso”, concluiu.