Jorge Wagner vê Tricolor preparado para Mata-Mata

fonte: http://www.gazetaesportiva.net/nota/2010/04/23/632851.html

Danilo Vital, especial para a GE.Net – São Paulo (SP)

O São Paulo inicia na próxima quarta-feira, contra o Universitario, do Peru, um sistema de disputa no qual tem acumulado fracassos nos últimos anos. Terá início a fase de mata-mata da Copa Libertadores e, após série de quatro eliminações na competição, o Tricolor tenta se superar para buscar o tetracampeonato. Para o ala esquerdo Jorge Wagner, o time está preparado para isso.

“Desde o início do ano nós traçamos objetivos e o principal deles é a Copa Libertadores. Tudo que fizemos nesse período de pré-temporada e disputa do Campeonato Paulista foi visando essa competição. Estamos indo bem e sabemos que é difícil conquistar o título, mas nosso pensamento está direcionado para isso”, disse o jogador. Para ele, as eliminações recentes deixaram um aprendizado grande.

“Esse ano, nosso grupo é experiente. Temos jogadores que já disputaram várias vezes essa competição. Algumas situações que aconteceram dentro de campo nas eliminações anteriores, nós não vamos mais cometer”, continuou Jorge Wagner, em referência às quedas diante de Cruzeiro, Fluminense, Grêmio e Internacional, nas últimas edições da competição continental.

“Poderíamos ter segurado a bola um pouco mais no ataque em vez de arriscar alguma jogada quando estávamos com o resultado a favor. Contra o Fluminense, fomos eliminados dessa forma. São coisas que não vamos mais fazer”, exemplificou Jorge Wagner. Além da Libertadores, o São Paulo também foi eliminado de disputas de mata-mata na Recopa Sul-americana, Copa Sul-americana e Campeonato Paulista recentemente.

O trunfo para 2010 é o fato de decidir as disputas dentro do Morumbi. Como fez a segunda melhor campanha da primeira fase, o Tricolor só não teria tal privilégio em caso de duelo com o Corinthians, o que só seria possível em caso de encontro na final. Se isso acontecer, o confronto decisivo será realizado no Pacaembu.

“A responsabilidade de decidir em casa é grande e eu vejo vantagem nisso, sim. Você pode administrar o resultado fora e decidir a classificação diante da torcida. Ano passado, aconteceu a eliminação contra o Cruzeiro no Morumbi, mas isso serviu de lição e acredito que nosso momento é diferente. Temos jogadores mais vividos, então esse ano vai ser diferente”, complementou o jogador.

Jorge Wagner como estreante

O meio-campista Jorge Wagner é um dos jogadores mais experientes do elenco do São Paulo, mas a longa carreira não muda a ansiedade do atleta antes de uma grande competição. Perto de entrar em sua sétima edição da Copa Libertadores da América, o camisa 7 tricolor admite que ainda se sente como um estreante.

“É a competição que todo jogador gosta, pois o título dá um reconhecimento muito grande. Mesmo depois de ter jogado em seis anos, eu tenho a mesma ansiedade de quem vai jogar pela primeira vez”, afirmou.

A estreia do ala/meia no torneio continental foi em 2001, pelo Cruzeiro. Depois, esteve no elenco do Corinthians eliminado pelo River Plate, em 2003.

Mas, em sua terceira participação, Jorge Wagner conquistou o tão sonhado título, com o Internacional, em 2006. Já suas outras três edições foram pelo São Paulo, nos últimos anos.

Curiosamente, o jogador não foi titular nas partidas que decretaram a eliminação são-paulina nas três recentes edições. Em 2007, começou no banco e só entrou no decorrer do jogo em que a equipe foi desclassificada diante do Grêmio. Na temporada seguinte, Jorge Wagner também só atuou no segundo tempo da despedida do Tricolor, desta vez contra o Fluminense.

Já em 2009, o atleta ficou na reserva durante todo o jogo da eliminação contra o Cruzeiro. “Não tem uma pior derrota, todas são tristes”, recordou.

A estreia do São Paulo nesta Libertadores será na quarta-feira, diante do Monterrey (do México), no Morumbi. Antes, o time de Ricardo Gomes tem clássico no domingo, contra o Santos, pelo Campeonato Paulista.

fonte:http://espnbrasil.terra.com.br/saopaulo/noticia/101417_PERTO+DA+SETIMA+LIBERTADORES+JORGE+WAGNER+SE+SENTE+ESTREANTE