Ficha Técnica: São Paulo x Santos

FICHA TÉCNICA SÃO PAULO 1 X 2 SANTOS Local: Arena Barueri, em Barueri (SP) Data: 7 de fevereiro de 2010, domingo Horário: 17 horas (de Brasília) Árbitro: Marcelo Rogério (SP) Assistentes: Vicente Romano Neto e David Botelho Barbosa Cartões amarelos: Miranda, Xandão (São Paulo); Edu Dracena, Wesley, Zé Eduardo (Santos) Público: 14.519 pagantes Renda bruta: R$ 444.688,75 Gols: SÃO PAULO: Roger, aos 22 minutos do segundo tempo; SANTOS: Neymar, aos 38 minutos do primeiro tempo; Robinho, aos 40 minutos do segundo tempo SÃO PAULO: Rogério Ceni; Renato Silva, Xandão e Miranda; Jean, Richarlyson, Hernanes, Marcelinho Paraíba (Léo Lima) e Jorge Wagner; Dagoberto (Roger) e Washington (Cléber Santana) Técnico: Ricardo Gomes SANTOS: Felipe; Wesley, Edu Dracena, Durval e Léo; Rodrigo Mancha, Arouca, Marquinhos (Zé Eduardo) e Paulo Henrique Ganso; Neymar (Germano) e André (Robinho) Técnico: Dorival Júnior

Fonte: http://www.gazetaesportiva.net/nota/2010/02/07/621401.html

Anúncios

Nada especial

Gomes descarta marcação individual em Robinho

Luiz Ricardo Fini – São Paulo (SP)

A reestreia de Robinho com a camisa do Santos é motivo de alerta no São Paulo. Porém, com a experiência de um ex-zagueiro de seleção brasileira, o técnico Ricardo Gomes descartou a possibilidade de escolher um atleta são-paulino para fazer a marcação individual no ‘Rei das Pedaladas’ no clássico deste domingo.

“Não dá para designar um jogador para marcá-lo. E se o Robinho mudar de posição, o marcador vai ficar correndo atrás dele?”, justificou o comandante, que prefere manter cada jogador em seu setor do campo, sem abrir espaços.

Apesar da velocidade também de Neymar e Paulo Henrique Ganso, Ricardo Gomes está confiante no poder de marcação de seu trio de zaga, que deve ser formado novamente por Renato Silva, Xandão e Miranda.

“Os jogadores do Santos são rápidos e habilidosos, e isso é o que há de pior para uma defesa. Mas temos grandes zagueiros e será uma briga boa. Temos que diminuir os espaços e não dar tempo para eles pensarem. Nossos zagueiros são capacitados e vão dar conta do recado”, vislumbrou.

O clássico está agendado para a tarde de domingo, às 17 horas (de Brasília), na Arena Barueri, pelo Campeonato Paulista.

fonte: http://www.gazetaesportiva.net/nota/2010/02/06/621258.html

Operação de Guerra para clássico

Prefeitura de Barueri promete “operação de guerra” no clássico

Barueri (SP)

Depois do impasse que quase tirou o jogo entre São Paulo e Santos da Arena Barueri, a prefeitura da cidade divulgou comunicado prometendo tomar todas as precauções para evitar confronto entre torcedores. A nota informa que são-paulinos e santistas encontrarão “uma mega operação policial, quase que uma operação de guerra”.

O Tricolor é o mandante no duelo e, por isso, ficará com a carga maior de ingressos (23.322), enquanto o Peixe terá 2.510 bilhetes. E o esquema de segurança tem o propósito de evitar encontros entre os adversários.

“Haverá placas, faixas e Agentes de Trânsito orientando os torcedores do São Paulo a deslocarem-se para a frente do estádio para acessarem a Arena, e os santistas para deslocarem-se pela avenida Henrique Gonçalves Batista (Antiga Capitólio) para acessarem a Arena (pelos Fundos – final da Rua Olavo Bilac com Rua Santos Dumont)”, comunicou a prefeitura de Barueri.

Já os espectadores que optarem pelo trem ocuparão vagões divididos, com orientação de desembarque em estações diferentes. Todo aparato contará também com ajuda da tecnologia. “As dezenas de câmeras de monitoramento instaladas desde o centro de Barueri até a Arena estarão funcionando”.

No início da semana, o promotor do Ministério Público, Paulo Castilho, informou à GE.Net que os ônibus com santistas serão escoltados até o local da partida.

A bola rola no domingo a partir das 17 horas (de Brasília), pelo Campeonato Paulista. O compromisso está agendado para a Arena Barueri porque o Morumbi foi alugado pelo Tricolor para o show da cantora Beyoncé.

fonte: http://www.gazetaesportiva.net/nota/2010/02/05/621150.html

RG coloca time completo

A proximidade da estreia do São Paulo na Libertadores não vai fazer com que o técnico Ricardo Gomes escale uma equipe reserva no duelo com o Santos, domingo, na Arena Barueri, pela sétima rodada do Campeonato Paulista.

“Não dá para jogar um clássico com o Santos com reservas. Só lamento que para cada clássico tenhamos um jogo da Libertadores logo depois. Conversarei com alguns jogadores, para ver como eles estarão no jogo”, afirmou Ricardo Gomes, reclamando da tabela do Paulistão.

O São Paulo joga com o Santos e três dias depois estreia na Libertadores, diante do Monterrey. Enfrenta o Palmeiras no dia 21 e, na sequência, dia 24, vai à Colômbia visitar o Once Caldas. Em março tem mais: no dia 27, clássico com o Corinthians e, quatro dias mais tarde, tem o time mexicano de novo pela frente, desta vez fora de casa.

O treinador admitiu preocupação com o ataque do Santos, que é o melhor do Paulistão, ao lado do Ituano, com 14 gols marcados. “É um time técnico, de velocidade, preocupa qualquer treinador. O Santos tem uma linha de atacantes que impressiona”, disse.

Com a provável reestreia de Robinho pelo Santos, Ricardo Gomes comparou o estilo do atacante da seleção brasileira com o de Neymar, artilheiro do Paulistão, com seis gols. “Robinho é consagrado, experiente, não sei como está fisicamente. O Neymar ainda está lutando pelo seu espaço. São jogadores técnicos e habilidosos”, analisou.
fonte: http://espnbrasil.terra.com.br/saopaulo/noticia/101451_RICARDO+GOMES+DESCARTA+POUPAR+TITULARES+PARA+O+CLASSICO