Ficha Técnica: São Paulo 3 x 0 São Caetano

FICHA TÉCNICA
SÃO PAULO 3 X 0 SÃO CAETANO


Local: Arena Barueri, em Barueri (SP)
Data: 3 de fevereiro de 2010, quarta-feira
Horário: 21h50 (de Brasília)
Árbitro: Rodrigo Guarizo Ferreira do Amaral
Assistentes: Hilton Francisco de Melo e Daniel Luis Marques
Cartões amarelos: Renato Silva, Jorge Wagner, Cléber Santana e Xandão (São Paulo). Éverton Ribeiro e Artur (São Caetano)
Público: 4.875 pagantes
Renda: R$ 112.063,75
GOLS: SÃO PAULO: Washington, aos 24, e Dagoberto, aos 36 minutos do primeiro tempo. Hernanes, aos 44 minutos do segundo tempo

SÃO PAULO: Rogério Ceni; Renato Silva (Cléber Santana), Xandão e Miranda; Jean, Richarlyson, Hernanes, Marcelinho Paraíba (Léo Lima) e Jorge Wagner; Dagoberto e Washington (Henrique)
Técnico: Ricardo Gomes

SÃO CAETANO: Luiz; Artur, Marcelo Batatais, Anderson Marques e Bruno Recife; Jairo, Romário (Eduardo), Éverton Ribeiro e Luciano Mandi; Wanderley e Hugo
Técnico: Antônio Carlos

fonte: http://www.gazetaesportiva.net/nota/2010/02/03/620885.html

Anúncios

Agora Sim!

Gomes dá sua cara ao São Paulo: “O time está mais rápido”

Luiz Ricardo Fini – Barueri (SP)

O São Paulo exibiu na noite desta quarta-feira o futebol que Ricardo Gomes gosta de ver. Preocupado em mudar o estilo da equipe desde que estreou no clube, o treinador não esconde a satisfação pelo ritmo apresentado por seus atletas na vitória por 3 a 0 sobre o São Caetano.

“O time está mais rápido. Desde que cheguei ao São Paulo, eu já o via como uma grande equipe, mas achei que tinha problema de velocidade. Estamos conseguindo ter mais rapidez na frente, a variação de velocidade é primordial. Antes, jogávamos bem, mas no mesmo ritmo, o que facilitava para o adversário”, analisou.

Ricardo Gomes assumiu o São Paulo no decorrer do Campeonato Brasileiro passado, depois da demissão de Muricy Ramalho. O ex-zagueiro tentou impor sua filosofia já em 2009, mas os resultados estão mais aparentes nesta temporada.

“Gostei do que fizemos no ano passado, mas não tínhamos variação. Agora, conseguimos jogar mais atrás e explorar os espaços. Quero que o time jogue por 90 minutos como foi no primeiro tempo de hoje (quarta)”, afirmou.

Na etapa complementar contra o Azulão, Gomes decidiu tirar Renato Silva para promover a estreia de Cléber Santana. Com isso, Richarlyson deixou de atuar no meio-campo para se transformar em um terceiro zagueiro.

fonte: http://www.gazetaesportiva.net/nota/2010/02/04/620907.html

Time titular contra S. Caetano

Gomes confirma ‘time de Libertadores’ contra Azulão e Santos

Luiz Ricardo Fini – São Paulo (SP)

O rodízio de jogadores chegou ao fim no São Paulo. A partir da noite desta quarta-feira, diante do São Caetano, o técnico Ricardo Gomes escala o time principal para ganhar ritmo até a estreia da Copa Libertadores da América, que acontecerá no dia 10, diante do Monterrey.

“Foi um mal necessário (o rodízio). O time perde no entrosamento, mas ganha no lado físico. O atleta precisa da parte física para colocar em campo a técnica e a tática”, afirmou.

Os planos do treinador é usar o time titular também na rodada seguinte, contra o Santos. Assim, o trio de zaga está confirmado com Renato Silva, Xandão e Miranda, já que André Dias foi negociado com a Lazio e Alex Silva se recupera de cirurgia no joelho direito. André Luis, por sua vez, está suspenso na Libertadores e, assim, fica fora também desta sequência dos titulares no Estadual.

“A ideia é jogar com este trio”, confirmou o técnico. Como só tem três zagueiros disponíveis para o torneio continental, Ricardo Gomes sabe que é um risco utilizá-los nos dois jogos do Campeonato Paulista, mas acredita que é importante entrosar o trio.

Se perder alguma peça do sistema defensivo contra São Caetano ou Santos, o treinador revela que seu plano emergencial é voltar ao esquema 4-4-2.

“Pelo trabalho que fizemos, se perdermos um zagueiro, teremos a condição de jogar no esquema com Jean e Jorge Wagner nas laterais. Adquirimos essa experiência para não ficarmos de calça curta”, explicou o comandante, citando os dois jogadores escalados como alas no 3-5-2.

Desta forma, o Tricolor está escalado para enfrentar o São Caetano com a seguinte formação: Rogério Ceni; Renato Silva, Xandão e Miranda; Jean, Richarlyson, Hernanes, Marcelinho Paraíba e Jorge Wagner; Dagoberto e Washington.

fonte: http://www.gazetaesportiva.net/nota/2010/02/02/620609.html