Ficha Técnica: São Paulo x Santos

FICHA TÉCNICA SÃO PAULO 1 X 2 SANTOS Local: Arena Barueri, em Barueri (SP) Data: 7 de fevereiro de 2010, domingo Horário: 17 horas (de Brasília) Árbitro: Marcelo Rogério (SP) Assistentes: Vicente Romano Neto e David Botelho Barbosa Cartões amarelos: Miranda, Xandão (São Paulo); Edu Dracena, Wesley, Zé Eduardo (Santos) Público: 14.519 pagantes Renda bruta: R$ 444.688,75 Gols: SÃO PAULO: Roger, aos 22 minutos do segundo tempo; SANTOS: Neymar, aos 38 minutos do primeiro tempo; Robinho, aos 40 minutos do segundo tempo SÃO PAULO: Rogério Ceni; Renato Silva, Xandão e Miranda; Jean, Richarlyson, Hernanes, Marcelinho Paraíba (Léo Lima) e Jorge Wagner; Dagoberto (Roger) e Washington (Cléber Santana) Técnico: Ricardo Gomes SANTOS: Felipe; Wesley, Edu Dracena, Durval e Léo; Rodrigo Mancha, Arouca, Marquinhos (Zé Eduardo) e Paulo Henrique Ganso; Neymar (Germano) e André (Robinho) Técnico: Dorival Júnior

Fonte: http://www.gazetaesportiva.net/nota/2010/02/07/621401.html

Anúncios

Clássico San-São

Luiz Ricardo Fini e Rodrigo Martins – Barueri (SP)

Como se não bastasse a tradicional rivalidade entre São Paulo e Santos, o clássico deste domingo tem mais motivos para ficar na história dos clubes. Depois de quase cinco anos, o atacante Robinho está de volta ao Peixe, mas começará a partida no banco de reservas. E, mesmo quando entrar em campo, o ‘Rei das Pedaladas’ não encontrará clima de festa do outro lado, já que o Tricolor quer provar a força de seu time ideal antes da estreia na Copa Libertadores da América.

O duelo entre os clubes está agendado para a tarde deste domingo, às 17 horas (de Brasília), na Arena Barueri. Para conquistar mais um triunfo e engrenar antes do torneio continental, o técnico Ricardo Gomes sabe que precisa ficar atento com a possibilidade da entrada de Robinho. Porém, o treinador não esquece também do garoto Neymar, que atravessa excelente momento.

“Não consigo quantificar (quem é mais perigoso). São dois grandes jogadores, mas o Robinho já é consagrado, enquanto o Neymar está começando bem. Os dois vão preocupar os defensores, que são capacitados”, afirmou o treinador.

Dorival Júnior explicou que o atacante só não será titular porque ainda está em processo de readaptação ao futebol nacional. No entanto, o treinador santista deixa claro que pode promover a entrada do camisa 7 no decorrer do clássico.

“O Robinho está sendo preparado não somente para uma estreia, mas para disputar o Campeonato Paulista, Copa do Brasil e Copa do Mundo. Se houver necessidade neste jogo, com certeza ele entrará dando sua parcela de contribuição”, explicou.

Já no Tricolor, ninguém esconde que o grande objetivo no semestre é a Libertadores. Porém, justamente para ganhar ritmo antes da estreia no torneio continental (na quarta, contra o Monterrey), Gomes quer escalar o que tem de melhor neste domingo e tentar aproveitar um eventual exagero ofensivo do rival.

“Se o adversário procurar jogar mais aberto, certamente encontraremos um pouco mais de espaço”, vislumbrou o técnico, que aposta no entrosamento do trio formado por Marcelinho Paraíba, Dagoberto e Washington.

Líder do Campeonato Paulista, o Santos chega para o clássico embalado pela sequência de três vitórias consecutivas na competição. Mas, apesar de a confiança estar em alta na Vila Belmiro, os santistas rejeitam o rótulo de favoritos no jogo.

Para o técnico Dorival Júnior, os times são equilibrados e a vitória pode pender para qualquer um dos dois lados. “Não tem nem como (dizer quem deve ganhar). Clássico não tem favorito. Ainda mais no Paulista, em que existe uma disputa constante. Se é difícil enfrentar uma equipe que não está em uma boa posição, imagina jogar um clássico, contra um rival da qualidade do São Paulo. É pior ainda”.

O encontro na Arena Barueri pode valer a dianteira do Estadual, já que o Tricolor está apenas dois pontos atrás do líder Santos. Mas o ala/volante Jean não esconde que o benefício de um triunfo seria bem maior do que apenas os pontos.

“Nada melhor do que começar uma competição depois de uma vitória. Se vencermos, a motivação vai ser maior (para a Libertadores). Vou me preparar bastante para sair com os três pontos”, comentou.

Ricardo Gomes pretende repetir contra o Santos a escalação utilizada na rodada passada, com três zagueiros: Renato Silva, Xandão e Miranda. O treinador conversou com os atletas para saber se alguém estava cansado e decidiu relacionar força máxima para o duelo.

Já no Peixe, Com Robinho no banco, André segue como parceiro de ataque de Neymar. Assim, Dorival ainda promoverá apenas uma alteração em relação ao time que derrotou o Santo André. O meia Marquinhos entra no lugar de Pará. Com isso, Wesley deixa o meio-campo para atuar como lateral direito.

 “Em alguns treinamentos, o Wesley já desempenhou essa função, com êxito”, explicou o técnico, que apesar de ter Bruno Rodrigo à sua disposição, após cumprir suspensão automática, manterá Edu Dracena e Durval como titulares da zaga santista diante dos são paulinos.

Fonte: http://www.gazetaesportiva.net/nota/2010/02/05/621175.html

Ficha Técnica: São Paulo 3 x 0 São Caetano

FICHA TÉCNICA
SÃO PAULO 3 X 0 SÃO CAETANO


Local: Arena Barueri, em Barueri (SP)
Data: 3 de fevereiro de 2010, quarta-feira
Horário: 21h50 (de Brasília)
Árbitro: Rodrigo Guarizo Ferreira do Amaral
Assistentes: Hilton Francisco de Melo e Daniel Luis Marques
Cartões amarelos: Renato Silva, Jorge Wagner, Cléber Santana e Xandão (São Paulo). Éverton Ribeiro e Artur (São Caetano)
Público: 4.875 pagantes
Renda: R$ 112.063,75
GOLS: SÃO PAULO: Washington, aos 24, e Dagoberto, aos 36 minutos do primeiro tempo. Hernanes, aos 44 minutos do segundo tempo

SÃO PAULO: Rogério Ceni; Renato Silva (Cléber Santana), Xandão e Miranda; Jean, Richarlyson, Hernanes, Marcelinho Paraíba (Léo Lima) e Jorge Wagner; Dagoberto e Washington (Henrique)
Técnico: Ricardo Gomes

SÃO CAETANO: Luiz; Artur, Marcelo Batatais, Anderson Marques e Bruno Recife; Jairo, Romário (Eduardo), Éverton Ribeiro e Luciano Mandi; Wanderley e Hugo
Técnico: Antônio Carlos

fonte: http://www.gazetaesportiva.net/nota/2010/02/03/620885.html

Matinê Tricolor

São Paulo quer convencer a torcida na matinê contra Paulista

por ESPN.com.br com Agência GE

Em um horário pouco comum para o futebol nacional, o São Paulo espera engrenar no Campeonato Paulista e convencer seu torcedor da força que possui em 2010. Na tarde desta quinta-feira, às 17 horas (de Brasília), o time do técnico Ricardo Gomes atuará como mandante na Arena Barueri, diante do Paulista.

Acompanhe a partida no www.espn.com.br/temporeal

Depois de sua primeira vitória na competição, o time luta para conseguir se entrosar e exibir um bom futebol (ainda sem os reforços Alex Silva, Cléber Santana e Rodrigo Souto). Para o atacante Washington, a presença da torcida é fundamental na matinê.

“É um horário diferente do que estamos acostumados em dia de meio de semana. Além disso, estamos adaptados a jogar no Morumbi, que tem o campo maior. Mas, mesmo assim, Barueri também tem um gramado muito bom. E o estádio menor pode encher mais para virar um caldeirão. Esperamos ter sorte lá e conseguir a vitória”, afirmou.

A partida será disputada na Arena em função do aluguel do Morumbi para o show da banda de rock Metallica. Longe de casa, a missão do São Paulo também é dar espetáculo, mas o técnico Ricardo Gomes faz questão de esconder o que foi ensaiado, já que realizou treino secreto na véspera do jogo e ainda despistou quando falou sobre o assunto.

A possibilidade maior é de Marcelinho Paraíba seguir no ataque, com Dagoberto no banco de reservas. O atleta, porém, não revela o segredo do técnico e lembra que também está disponível para jogar na armação das jogadas.

“Eu sempre fui meia, mas, por onde passei, atuei como segundo atacante também. Não tenho problema. E o São Paulo tem jogadores de qualidade para meio e ataque. Vou procurar fazer meu melhor onde ele quiser”, afirmou Marcelinho.

Como Adrián González foi expulso na rodada passada, Jean voltará a atuar na lateral direita, abrindo espaço no meio-campo, que deve ser ocupado por Jorge Wagner.

Enquanto o São Paulo espera engrenar no Estadual, o Paulista sonha em conquistar seu primeiro triunfo como visitante na competição. Apesar de estar ciente da dificuldade do duelo, o volante Rai acredita na possibilidade de surpreender o adversário.

“Independentemente da escalação que utilizar, o São Paulo tem uma equipe forte. Mas nós temos jogadores de qualidade aqui também e podemos surpreender. Só precisamos ter atenção, corrigir os erros e respeitar o São Paulo”, afirmou.

O volante Baiano e o atacante Negreiros chegaram a ser dúvida para a partida desta quinta, mas devem ser confirmados na equipe do técnico Aarão Alves.

FICHA TÉCNICA
SÃO PAULO X PAULISTA

Local: Arena Barueri, em Barueri (SP)
Data: 28 de janeiro de 2010, quinta-feira
Horário: 17 horas (de Brasília)
Árbitro: Rodrigo Martins Cintra
Assistentes: João Bourgalber Nobre Chaves e Giulliano Neri Colisse

SÃO PAULO: Rogério Ceni; Jean, André Dias, Miranda e Junior Cesar; Richarlyson, Hernanes, Jorge Wagner e Léo Lima; Marcelinho Paraíba e Washington
Técnico: Ricardo Gomes

PAULISTA: Felipe Alves; Márcio Santos, Eli Sabiá e Dema; Lucas, Baiano, Rai, Felipe Pinto e Julinho; Felipe Azevedo e Negreiros
Técnico: Aarão Alves

Fonte: http://espnbrasil.terra.com.br/paulista/noticia/99664_SAO+PAULO+QUER+CONVENCER+A+TORCIDA+NA+MATINE+CONTRA+PAULISTA